Loading...

Páginas

sábado, 12 de março de 2011

Físico Adauto Lourenço: Tratando Ciência como Ciência na 13ª Consciência Cristã


O físico e professor Adauto Lourenço participou da 13ª edição da Consciência Cristã, que se encerrou na última terça (8), onde debateu sobre e temática Criacionismo e Evolucionismo dentro do 3º Fórum sobre Fé e Ciência, que acontceu no Teatro Rosil Cavalcante. Segundo o professor Adauto, o criacionismo e o evolucionismo se diferenciam nas suas propostas, porém os dois se assemelham no que diz respeito a área de estudo. Ao contrário do que muitos pensam, o físico afirma que o que os Criacionistas querem não é que a teoria evolucionista seja extinta, mas sim que se criem espaços para pesquisas criacionistas, o chamado criacionismo científico, com análises científicas de campo. Adauto Lourenço comenta que não é função da ciência tentar provar como o universo e a vida teriam vindo a existência espontaneamente, mas sim como o universo e a vida vieram à existência. Espontaneamente pode ser uma das respostas, mas não a única, critica. Para fundamentar seu argumento, o físico Adauto Lourenço cita um trecho do livro do Dr. Jerry S. Harisson e Dr. William F. Hornvok – Departamento de Física da Universidade de Maryland. - “Não é função de a ciência discutir as implicações filosóficas ou religiosas de uma determinada teoria. A função da ciência é verificar se uma teoria possui evidências científicas, propostas testáveis e leis científicas que corroborem com suas proposições banais”. O físico ainda acrescenta que um fato deve ser algo definido permanente e independente de qualquer interpretação subjetiva por parte de um cientista, sendo ainda supostamente distinguível de teorias transientes, pensamento este defendido pelo Dr. Ludwik Fleck, diretor do Instituto de Microbiologia da Escola de medicina da Universidade de Maria Sklodowska – Curil. O físico sugere a leitura do seu novo livro que será lançado até o final do ano. Esse livro sugere meios de se aplicar o criacionismo científico na grade curricular das escolas.

Da redação

2 comentários:

  1. Da minha parte Adauto tem todo o apoio para continuar defendendo a Ciência de forma com que ela seja aplicada e verdadeiramente fundada em argumentos e provas concretas, não em teorias ou crenças ignorantes firmadas em acasos vazios que demonstram cegueira quanto a visão da verdade!

    ResponderExcluir