Loading...

Páginas

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Socorro, o pastor me traiu!


Há pouco ouvi uma história por parte de um amigo querido que me confessou que estava profundamente magoado com o seu pastor, isto porque, o segredo por ele contado no gabinete pastoral foi compartilhado com muitos outros irmãos através do pulpito da igreja.

Pois é, o meu amigo ao abrir o coração comigo chorou compulsivamente compartilhando com muitas lágrimas a dor de ter se sentido traído.

Caro leitor, lamentavelmente não são poucos aqueles que ao longo dos anos tem sofrido nas mãos de pastores despreparados, que movidos por sentimentos mesquinhos não conseguem guardar no coração os segredos a eles compartilhados. Na verdade, ouso afirmar que boa parte dos pastores não possuem maturidade emocional suficiente para lidar com determinadas situações, o que invariavelmente os levam a compartilhar com outros aquilo que não deveria jamais ser compartilhado.



Um outro ponto importante que precisa ser observado é o fato de que o pastor precisa compreender que os assuntos compartilhados no gabinete pastoral precisam ser preservados. O problema é que muitos dos pastores se sentem acima do bem e dom mal, e pelo fato de terem descoberto os pecados ou falhas de alguém, usam de subterfúgios inescrupulosos cujo intuito final é a manipulação das pessoas.

Isto posto, acredito que os seminários teológicos, bem como as classes de mentoria vocacional de cada igreja local, precisam enfatizar de forma incisiva a necessidade do pastor guardar o segredo de confissão, até porque, quando isso não é feito, feridas são abertas na vida do crente, levando por consequinte a muitos de nossos irmãos a experimentarem a dor e a amargura de se sentirem traídos.


Pense nisso!
Renato Vargens

Nenhum comentário:

Postar um comentário